Renda Fixa

Renda Fixa

Muito mais que uma poupança

Por que investir em renda fixa?

A Renda Fixa cresceu no Brasil, tornando-se hoje um dos investimentos mais procurados para quem quer começar a se aventurar no mercado financeiro. Este mercado cresceu muito nos últimos anos e hoje atinge mais de três milhões de investidores e movimenta mais de R$ 2 trilhões. Este investimento é realizado em Títulos Públicos e Privados de Renda Fixa. Investir em Renda Fixa significa emprestar dinheiro para alguém, como banco, empresa ou para o governo. Com isso você recebe uma remuneração. Quem ganha com isso não é só o investidor. Para quem emite esse título, é uma forma de captar recursos e financiar seus projetos ou negócios, gerando mais oportunidades para nosso País.

Maior o risco, maior o retorno

Os Títulos de Renda Fixa de longo prazo tendem a pagar uma taxa de juros maior. É como se você recebesse uma remuneração por não mexer no seu dinheiro durante um prazo pré-estabelecido.

Mais de 80 opções de produtos

Na 7 Investimentos temos mais de 80 opções de produtos Renda Fixa com exposição a vários setores da economia, garantindo uma grande diversificação de portfólio.Com a 7 Investimentos você terá um espaço exclusivo para operar Títulos Públicos, CDBs, LCIs, CRIs, LCAs, CRAs e Debêntures de maneira diferenciada. Você vai poder se informar melhor a respeito dos produtos disponíveis, comprar e vender com autonomia, além de administrar sua carteira com facilidade e segurança. Tudo isso sem sair da frente do seu computador.

Como fazer a diferença na Renda Fixa?

Os títulos de renda fixa podem ser classificados segundo dois critérios: quanto ao tipo de emissor do título, entre públicos (Governo) e privados (empresas); quanto à rentabilidade do título, em prefixados e pós-fixados. Rendimentos prefixados são aqueles cuja rentabilidade (nominal) o investidor conhece previamente, sendo a taxa de retorno da aplicação acertada previamente, no momento da aplicação.

Nas aplicações pós-fixadas ocorre o inverso, só se conhece o retorno (rentabilidade) da aplicação na data de vencimento e a rentabilidade varia de acordo com as oscilações dos índices utilizados para determiná-la. Apesar de já saber, desde o momento da compra, o índice que determinará sua rentabilidade, o investidor só saberá quanto de fato ele ganhou na data de vencimento, após o cálculo da variação da taxa Selic, desde o dia da compra até o vencimento.

Fazer um investimento de renda fixa não significa que a rentabilidade não varie: há oscilações, às vezes mínima, quase imperceptíveis. Estas oscilações ocorrem em função das variações da cotação do título no mercado financeiro.

WhatsApp Fale conosco pelo WhatsApp